Latinhas do Bob
  

Heineken Paco (HOL, 330ml)

Com essa, eu consegui matar, por enquanto, a coleção das novidades da Heineken, junto com a garrafa gigante e o barril de 5 litros (vejam nos posts abaixo). Achei em uma padoca chicosa dos Jardins, no meio de um longo regresso a pé para casa no Dia das Mães. O precinho foi salgado, mas não é todo dia que se encontra uma garrafinha de alumínio na praça. Hoje (17), enquanto bebia ela, me lembrei de algo intrigante: que fim levou aquele anúncio de que no final de 2005 seria lançada a garrafinha de alumínio da Stela Artois aqui no Brasil?

Alô, Ambev! Vocês colocaram no seu site e a assessoria ainda confirmou a este blog (leia post mais abaixo, com a ilustração da garrafinha gringa) que, apesar de algum atraso, o lançamento seria feito. Quase toda semana vou a supermercados/padarias, e sempre olho a seção de bebidas. Será que foi um lançamento tão secreto assim? Tá me cheirando a promessa não cumprida. Por via das dúvidas, questionei de novo por e-mail. Vamos ver...



Escrito por Bob às 02h37
[] [envie esta mensagem]


 
  

Hey Song Sarsaparilla (CHI, 350ml),

Takara Can Chu-Hi Yubari (JAP, 350ml) e

Shirakiku Ramune (JAP, 200ml)

Entre uma viagem e outra da expedição, resolvi dar uma passada na Liberdade sábado. Além de buscar pechinchas da culinária oriental que não fossem feitas com nada que já tenha abanado o rabo (brincadeirinha, há coisas muito boas por lá, como uma bandeja com 50 sushis de pepino e kani por 10 pilas), também fui dar uma olhada nas latinhas. E achei coisas interessantes. Sempre que vou para lá, a primeira lembrança que tenho é do filme Gremlins, em que o tiozinho está atrás de um presente e acaba num mercado chinês, saindo de lá com o Gizmo/Mogwai. A diferença entre comprar um Gizmo e uma latinha desconhecida com caracteres em japonês/chinês é que, no caso do bichinho, você recebe as regras de cara - não molhar etc. Mas no caso das bebidas, nunca se sabe o que vai sair lá de dentro. E não adianta tomar antes da meia-noite que não vai melhorar a situação.

Comecei com a Hey Song Sarsaparilla, fabricado em Taiwan. Ô nominho estranho; quantas vezes você já ouviu um oriental dizer Sarsaparilla. Aliás, quantas vezes você já ouviu qualquer um dizer salsaparrilha (em português). Eu, só um par de vezes, porque em uma ocasião uma certa ex-prefeita resolveu visitar um cruzamento bem curioso da cidade: Rua Salsaparrilha com Rua Sol da Meia-Noite. Logo que tomei o primeiro gole, imaginei que o sujeito que deu esses nomes às ruas deve ter se embebedado com o refrigerante: tem gosto de Gelol. Não que eu tenha provado a pomada para quem caiu, bateu ou foi no futebol, porque deve ser mil vezes pior que Halls preto, o que o torna intragável até para perversões sexuais. Mas é algo como se o gosto tivesse o cheiro do Gelol, alcançaram? Só conheço um refrigerante com o mesmo gosto: é o Dr. Pepper, dos Estados Unidos, que provei na Disney no longínquo ano de 1988. Mas, como já disse, bebidas porcarias ficam para sempre na memória. E olha que no mercadinho, um papel de embrulho rabiscado que estava junto às latas classificava a bebida como "Coca-cola chinesa".

No caso da amarelinha da Takara, a surpresa foi maior ainda: resolvi experimentar o conteúdo antes do almoço. Alheio às informações do pequeno rótulo em português, abri a latinha, senti cheiro de melão e vi que o líquido era gasoso. Mais um suquinho esquisito, achei. Água: na primeira bicada, senti um gosto doce, mas quando passou pelo fundo da boca, veio aquela sensação de que tinha álcool - e muito - na jogada. Tratava-se de uma mistura de sakê e suco de melão, tudo isso com gás, é mole? Se tivesse prestado mais atenção, tinha pelo menos colocado umas pedras de gelo para fazer uma caipirinha. De todo modo, enfrentei bravamente a missão e corri para forrar o bucho e não dar "saionará" para o dia logo na metade. Nesse caso, seria bem sábio a latinha vir com o conselho do velho do Gremlins, adaptado: "Nunca abra antes do meio-dia".

No caso da Ramune, uma soda, o mais chamativo nem é a bebida - uma água com gás adocicada -, mas o vasilhame. É todo cheio das nove horas: a garrafa é cheia de contornos e vem com abridor de pressão, que não impede que o refri mele suas mãos, mas tudo bem. O mais interessante, porém, é que a abertura libera uma bolinha de gude que estava tampando a entrada. E, depois de solta, ela fica passeando em uma meia-lua da estrutura da garrafa. Na lateral, tem uns pontos de apoio para você deitar a garrafa (no ato de beber) e a bolinha ficar segura e não tapar a saída do líquido. Pesquisei na internet e vi que esse modelo de garrafa é antigo, do século 19, e que a molecada que queria as bolinhas para jogar gude quebrava o vasilhame. Hoje, segundo um site, há metodos mais elaborados, como aquecer a tampa azul e cortá-la com uma faca. Mais engenhoso que tirar a bolinha de borracha sólida do mouse, deixá-la no álcool e, depois, usá-la como Boleca, a bolinha saltitante (alguém lembra?), alegrando o dia no escritório. Fiquei com dó de mexer na garrafa (até porque custou 4 pilas) e deixei do jeito que está. Mas, de vez em quando, pego ela para "passear" a bolinha na meia-lua, acho que é relaxante.

Cotação: uma maca e meia para a Sarsaparilla, que não serviu nem para melhorar meu calcanhar estropiado, dois hashis e meio para a Takara Sour e quatro pérolas para a garrafa da soda. Mas posso estar totalmente equivocado. Como disse o cara do (desenho) Mission Hill quando voltou do Japão, "a cultura japonesa é bem mais avançada que a nossa", citando como exemplos os presentes que trouxe aos amigos: a barra Ânus (de chocolate, imagino, rs) e cuequinhas coloridas e coelhinhos e foquinhas, que ele usou no meio da rua e acabaram virando moda. Ai, chiuaua...



Escrito por Bob às 01h54
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Coleções e miniaturas, Política


HISTÓRICO
 08/07/2007 a 14/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005



OUTROS SITES
 Associação dos Cervejeiros Artesanais Cariocas - AcervaCarioca
 Associação de Incentivo à Cultura de Cervejas Artesanais e Especiais - AICCA
 Botto Bier
 Cerveja Fraga
 Bytes and Beer
 Cerveja Só
 Dana Bier
 Edu Passarelli Recomenda
 Hummmm, Cerveja!!!!!
 Obiercevando
 Olavo Pascucci (atenção: linguagem assaz obscena)