Latinhas do Bob
  

Zehn Bier (BRA, chopp pilsen, porter

e garrafa 600ml)

Pois bem, no último final de semana voltei a Santa Catarina para finalizar – ou quase – a visita a todas as cervejarias do Estado. Foi uma viagem cansativa: mal consegui pregar o olho, porque tinha acabado de sair do trampo. Para piorar, cheguei lá em Brusque meio surdo. Por uma dessas bizarrices de resfriado e relevo – tem serra no caminho -, não conseguia destampar o ouvido esquerdo. Parecia a velhinha com o megafone no ouvido: “Ain?” Ou aquele cachorro da propaganda de aparelhos de som.

Nesse estado lastimável, fui dar um rolê pela cidade para matar o tempo, afinal, tomar cerveja às 9h não é lá um hábito muito politicamente correto. De cara, fiz a primeira tentativa de resolver o problema auricular de maneira objetiva: fui na catedral da cidade, e, depois de conhecer o lugar e rezar, peguei um pouco de água benta e coloquei no ouvido. Evidente que, apesar da fé, não funcionou.

No Centro, começava a rolar uma festa de rua, ou, em bom alemão, strassfest. É agitado, mas meio estranho: cada grupo de amigos monta uma barraca e fica cozinhando e tomando cerveja – só dava Zehn Bier e Eisenbahn por lá. Mas acaba sendo um negócio meio fechado para quem vem de fora. Mais zoólogo que antropólogo, resolvi ir espiar os macacos-prego e até um mandrill gigante no parque da cidade. Bem que gostaria de fazer uma piada sobre macacos que tivesse a ver com cerveja, mas não conseguia ouvir bem meus pensamentos na hora...

Depois do tradicional passeio de teleférico, fui enfim até a Zehn Bier, que tem esse nome por causa do dono. O processo não é muito diferente do tonel-tonel-mangueira de outros locais, mas lá os caras têm um bar bem legal junto à fábrica. E servem dois tipos de chopp: a pilsen, forte, e a porter. Levei duas garrafas comigo, com um problema operacional: elas já estavam geladas. “Não tem problema”, disse o cara da cervejaria. “Elas agüentam dois dias, é só não deixar pegar sol”. Meio ressabiado, segui em frente.

As cervejas só viram geladeira horas depois, à noite. Mas só consegui tomar a porter, que aliás é bem boa, também forte. A pilsen, porém, passou por mais “testes”: voltou à geladeira no mesmo dia, saiu de novo no dia seguinte, viajou a São Paulo e voltou à geladeira pela manhã. Só à noite abri a garrafa, já prevendo que estaria uma porcaria depois de tanto vaivém. E não é que o chopp resistiu e, de quebra, estava bom? Não sei se foram os solavancos e chacoalhões, mas a cerva estava cremosa, com bom colarinho. Muito resistente: só faltou usar um lança-chamas na garrafa ou amarrá-la a uma britadeira.

Cotação: de um a cinco, três testes do Inmetro para a resistência. E quatro para a qualidade do chopp.

Som do post: “Boogie Man”. Infelizmente, a Rádio Uol não dispõe da versão do White Zombie. Resta, por tabela, a original, de KC & The Sunshine Band. Meio esquisito, mas não ruim de todo.

Link: http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/linklista.php?nomeplaylist=000567-8<@>KC_and_the_Sunshine_Band_Greatest_Hits&opcao=umcd

Em tempo: A partir de agora, vamos lançar a campanha "GUEDES, MANDE LOGO A JOÇA DO TEXTO DA BUCANERO!" Espero adesões...



Escrito por Bob às 11h24
[] [envie esta mensagem]


 
  

Kaiser Gold (BRA, 350ml)

Achei esta latinha na Rodoviária de Joinville, no domingão, enquanto me preparava para voltar de Santa Catarina após missão secreta (que é de conhecimento de poucas pessoas até o momento, mas em breve tornar-se-á pública). Por enquanto, não vi aqui em São Paulo, mas deve chegar em breve.

Sempre considerei a Kaiser Gold a "ovelha branca" da família Kaiser. Não importa o que mudem na cerveja original, nem o quanto gastem em propaganda, nem que coloquem humoristas para anunciar: acho a Kaiser muito ruim. A cerveja fede, o gosto é tosco e dá dor de cabeça depois. Antes do "boom" de cervejas, ainda considerava a Kaiser Bock legalzinha, mas agora ela foi ultrapassada por outras marcas. A Gold acaba sendo uma exceção: conheci-a depois que um "teste cego" foi publicado em jornal. Ela pegou segundo lugar, se não me engano. Tive oportunidade de conversar com o Miguel, que conduziu o experimento, e ele elogiou. Na época, ela só era feita na fábrica do Sul. Encontrei umas garrafas no Café Tortula, de Santo Amaro (fiquei com a consciência pesada de ter dado um cano em duas garrafas no cara da loja, porque elas são retornáveis e não levei vazias, mas me senti menos culpado quando vi que ele cobrou as cervejas em dobro).

A cerveja realmente é muito boa, mais encorpada. Só de não feder nem dar dor de cabeça, barriga ou provocar outros males já é uma vantagem. A versão fabricada por aqui, que veio depois, também é boa. E a da latinha, para não fugir à regra, também segue a linha. Espero que a Kaiser não suspenda a fabricação, por "discrepâncias com a média de produção".

Cotação: de um a cinco, um pregador para o pessoal da Kaiser conduzir seu "teste cego" em certos humorísticos dominicais também sem olfato. Desse jeito não há jabá que dê conta...

Som do post: "Rock the Casbah", The Clash

Link: http://musica.busca.uol.com.br/radio/index.php?busca=casbah&param1=homebusca&check=musica



Escrito por Bob às 13h57
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Coleções e miniaturas, Política


HISTÓRICO
 08/07/2007 a 14/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005



OUTROS SITES
 Associação dos Cervejeiros Artesanais Cariocas - AcervaCarioca
 Associação de Incentivo à Cultura de Cervejas Artesanais e Especiais - AICCA
 Botto Bier
 Cerveja Fraga
 Bytes and Beer
 Cerveja Só
 Dana Bier
 Edu Passarelli Recomenda
 Hummmm, Cerveja!!!!!
 Obiercevando
 Olavo Pascucci (atenção: linguagem assaz obscena)