Latinhas do Bob
  

Antarctica 7 de Setembro e

Guaraná Antarctica Brasil (BRA, 350ml)

A lembrança é um pouco atrasada, mas válida. Ontem foi o Dia da Pátria, coisa que a gente só lembra quando está no colégio e é obrigado a cantar o hino. De qualquer forma, estava pensando em comemorar a efeméride há algum tempo, quando estava rearranjando as latinhas. A Antarctica é bem fraquinha para representar o País, mas vá lá, antes ela que outras já conhecidas. O Guaraná Antarctica é bom, não chega ao nível de um Cotuba, mas, na categoria "guaraná puro", está na elite.

Cotação: dois chapeuzinhos de jornal para a cerveja e quatro espadinhas de papel para o guaraná.



Escrito por Bob às 00h06
[] [envie esta mensagem]


 
  

Bolachas Bavaria Premium

Cirque du Soleil, Saltimbanco (BRA)

Pois é, quem disse que nunca recebeu nada além de "bom dia" no trabalho está mentindo. O pacote com essas seis bolachas literalmente caiu na minha mesa, atirado por um dos chefes do trabalho. A cerveja até que é legalzinha, bem melhor que a versão normal e aguada que faz sucesso no interior. Pena que o show dos caras está a preços absurdos.

Até tentei ganhar um par de ingressos participando de um concurso interno da firma, para batizar uma pracinha construída com dinheiro da reciclagem do lixo dos funcionários. Mas o meu "Espaço Recriar" teve um oponente bem mais tosco, o "VIP - Você Impedindo a Poluição". Esse nome para um local que fica ao lado do estacionamento de caminhões de remessa que cospem nuvens de fumaça preta de diesel é bem apropriado mesmo.

Cotação: três para a cerveja e um ano de leitura forçada para incentivar a mente a elaborar nomes menos podres. E zero para o preço do show do Cirque du Soleil. Desse jeito, para assistir, só com "assaltimbancos" mesmo. Ops, agora são dois anos de leitura forçada...

Som do Post: She Drives Me Crazy, Fine Young Cannibals.

Link: http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/linklista.php?nomeplaylist=002536-7<@>Finest&opcao=umcd



Escrito por Bob às 17h49
[] [envie esta mensagem]


 
  

Bamberg (BRA, chopp)

 

A tal missão secreta de que eu falei há alguns posts era exatamente esta aqui. Achei essa microcervejaria há algumas semanas no Orkut. Até onde sei, é a caçula das produtoras aqui de São Paulo, aberta em janeiro. Depois de trocar alguns e-mails com os caras da cervejaria, me bandeei para lá.

A fábrica fica em Votorantim, perto de Sorocaba. Os donos são três irmãos, o Alexandre, o Thiago e o Lucas, nenhum com mais de 30 anos. Os caras tiveram a idéia de produzir cerveja há uns oito anos, depois de um curso sobre cultura cervejeira. Depois disso, foram para Alemanha, Inglaterra e República Tcheca conhecer microcervejarias (ô escola boa, hein?) e, de quebra, um deles ainda ficou um tempo em outra micro paulista conhecendo o dia-a-dia. Aí, e com a fórmula do mestre-cervejeiro Mathias Reinold, começaram a produzir a cerveja.

Hoje, são três tipos: a pilsen normal, a não-filtrada (que eles chamam de natural, e lá em Santa Catarina chamavam de maturada) e, desde esta semana, a de trigo. Quando estive lá, provei a natural. É uma cerveja muito boa, mais forte, daquelas que a espuma não some logo após ser colocada no copo. Não sei bem descrever o cheiro, mas é uma cerveja perfumada, nada daquela coisa inodora ou, pior, fedorenta, de algumas produções que vemos no mercado.

Pena que a venda é só por barril, de no mínimo 10 litros (como se isso fosse problema, rsrsrs). Mas espero que os caras se dêem bem no negócio. Cerveja de qualidade, pelo menos, eles estão produzindo.

Cotação: de um a cinco, quatro e meio. E cinco para o cara que teve a idéia de colocar a cervejaria no Orkut. Sem ele, eu não teria achado os elementos. E, aparentemente, nem o Estadão, que deu matéria da Bamberg hoje (7).

Som do post: Sit Down, James

Link: http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/linklista.php?nomeplaylist=002667-0<@>The_Best_Of_James&opcao=umcd



Escrito por Bob às 01h29
[] [envie esta mensagem]


 
  

Krušovice (RTC, 330ml)

Ganhei essa cerveja (que, apesar de tcheca, veio da Espanha) de presente. Ela é uma pilsen boa, mais forte que as brasileiras, mas acho que ainda prefiro a Pilsner Ürquell. Que, aliás, também ganhei (ô vida boa, hein?), mas ainda não tomei.

Mais interessante que a cerveja foram dois desafios posteriores: o primeiro foi fotografar o rótulo. Já tentaram usar flash para bater uma foto de papel alumínio? Pois é. Depois de umas 20 tentativas, a preparação foi fácil: com uma mão, acionei a máquina. Com a outra, controlei a luz artificial. E, com o pé, apertei um vidro contra o rótulo, para ele ficar mais esticado. Só faltaram uns malabares e uns pratos em cima de varetas.

O problema seguinte foi escrever corretamente o nome da cerveja. Não conseguia colocar o circunflexo bêbado e de pernas para o ar no 's'. Alguém tem um teclado em tcheco? Mas nessa o chapa Elenildo deu uma mão: "Por que você não copia o nome da cerveja da internet e cola direto? Viva o Control + C e Control + V!

Cotação: de um a cinco, três e meio para a cerveja e quatro sorvetes na testa para quem escreve.

Som do post: My favourite game, Cardigans.

Link: http://musica.busca.uol.com.br/radio/index.php?busca=favourite+game&param1=homebusca&check=musica



Escrito por Bob às 01h49
[] [envie esta mensagem]


 
  

Cintra 150 anos de Mococa (BRA, 350ml)

Esses dias descobri que esse negócio de colecionar latinhas não é apenas coisa de louco, mas também contagioso. Essa Cintra aí de cima deveria estar, nesse momento, sobre a geladeira da casa do ilustríssimo chapa Elenildo, provavelmente deixando o pinguim de louça com náuseas. Afinal, apesar de ser uma latinha bem simpática, o conteúdo nem de longe é o que, por assim dizer, chamamos de "cerveja tragável". Mas enfim, ela deveria estar lá por ser presente de tia, outra ilustríssima senhora que se bandeou de Mococa para cá com a lata, feliz em poder presentear o genro (ou querendo matá-lo, se você pensar pelo lado da cerveja que ela ofereceu ao infeliz).

Acontece que o elemento resolveu dar um cambau na família para municiar este diário de mais um item. Tomou a cerva, é claro, e fez a entrega. A família, porém, fez cara feia já quando ele anunciou a intenção de doar a lata. Nem isso, porém, tirou o ímpeto de nosso ilustre colaborador. Este final de semana, o indivíduo ainda resolveu dar uma de malandro mexerica, joão-sem-braço ou, mais singelamente, horácio. A tia foi visitá-lo e, praga, logo de cara perguntou pela lata. Sem ficar vermelho, o Elenildo saiu-se com uma história tosca, mas passável: "Olha, a cerveja eu tomei, estava muito boa. A lata eu coloquei em cima da geladeira, mas ela sumiu, acho que alguém levou". Enfim, uma desculpa digna de figurar no inquérito sobre o sumiço da Taça Jules Rimet. Agora, dizer que essa cerveja estava boa é demais...

Mas valeu a pena. Além de estar entre os três maiores colaboradores do blog (será que tem mais de três), o cara ainda descola raridades como uma garrafa de Baré Tutti Frutti exumada de um ferro-velho. Valeu, chapa.

Cotação: de um a cinco, três polígrafos e meio para a digníssima tia enquadrar o elemento de jeito. 

Som do post: Ms. Jackson, Outkast.

Link: http://musica.busca.uol.com.br/radio/index.php?ref=Musica&busca=ms+jackson¶m1=homebusca&q=ms+jackson&check=musica



Escrito por Bob às 03h25
[] [envie esta mensagem]


 
  

My Coffee (BRA, 240ml)

Essa latinha aí em cima foi o repique do dia da Taubaína, em que eu realmente estava me sentindo com sorte. Já na fila do caixa com as duas Vedetes, vi que o sujeito da minha frente levava produtos um tanto peculiares. Um cactus em miniatura e uma pasta de dentes. Como ninguém (a não ser um masoquista, talvez) escovaria os dentes com um objeto cheio de espinhos, prestei atenção também no fato de que havia uma latinha meio à frente.

Opa, essa aí eu também não tenho: já havia visto muitos cafés enlatados (inclusive um gerou uma confusão razoável,como descreverei mais adiante), mas nunca um desses. Polidamente, perguntei ao sujeito onde ele havia conseguido tal mercadoria e saí correndo atrás de uma para mim também. Depois de algumas trocas por pequenos defeitos (colecionador é mala, mesmo), saí de lá feliz com duas novidades.

Cotação: tomei gelado, e achei bem bom. Pena não ter trazido mais. Três para o My Coffee. E uma nota de pesar para o mini cactus, coitado, que tombou na esteira do caixa, espalhando pedrinhas para todo lado. Nosso prestigioso diário de latinhas deseja-lhe melhoras.

Som do post: Northern Star, do Hole (desculpem a repetição, não consegui resistir após o comentário musical abaixo... quaquaquaqua)

Link: http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/linklista.php?nomeplaylist=000952-0<@>Celebrity_Skin&opcao=umcd#

Em tempo: este final de semana estive na Liberdade e vi essas latinhas à venda no Marukay, se alguém tiver interesse.



Escrito por Bob às 03h11
[] [envie esta mensagem]


 
  

Vedete (BRA, 350ml)

Pois é, nobres colegas, antes de mais nada, gostaria de agradecer imensamente a audiência, porque na sexta-feira passamos a casa dos 10 mil page views (pelo menos é o que diz o marcador do site). Para o que começou com um despretensioso arquivo pessoal, a coisa até que cresceu bem. Mas vamos ao que interessa.

A Taubaína Vedete, feita pela Refrigerantes Sorocaba, protagonizou uma das escapadas mais sensacionais que já presenciei. Escapada das minhas mãos de colecionador, digo. Há alguns meses, em 2005, estava eu andando para o trabalho quando de repente passa ao meu lado uma caminhonete cheia de refrigerantes. Nos primeiros segundos, não dei muita importância; mas, quando meu cérebro associou a imagem do fardo de taubaínas à gaveta "não tenho", foi um estalo. Comecei a correr para alcançar o veículo, já uns 10 metros à frente, para interpelar o motorista (ou torcer para uma das latinhas cair no solavanco). Mas, como não sou o T-1000 do filme, não consegui chegar até o veículo.

Pois não é que, há alguns dias, em incursão pela região de Sorocaba, dou de frente com a Taubaína? Primeiro, passei em frente à fábrica, que fica na beira da Raposo. Depois, e finalmente, o encontro decisivo: na prateleira do supermercado. Por via das dúvidas, temendo que a lata pudesse tentar pular do carro em movimento, peguei duas. Deixei gelar um pouco e fui provar, tranqüilo, achando que enfim havia conquistado o prêmio. Ledo engano: trata-se de uma latinha cuspideira, ou zombeteira, que vem cheia com alguns mililitros a mais que o normal. Apenas o suficiente para acertar um esguicho na cara do incauto beberrão de tubaína. Para não parecer perseguição, tentei com a segunda lata, e o efeito foi o mesmo. No fim, valeu o esforço, é uma tubaína legalzinha, do mesmo nível da Cotuba. Mas que da próxima vez vou usar máscara de solda, isso vou.

Cotação: de um a cinco, quatro peçonhas para a latinha traiçoeira. E três para a Taubaína.

Som do post: Malibu, do Hole (que, por sinal, tem uma baixista muito boa, pena que ela não toca tão bem... huahuahauahauah).

Link: http://app.radio.musica.uol.com.br/radiouol/linklista.php?nomeplaylist=000952-0<@>Celebrity_Skin&opcao=umcd



Escrito por Bob às 02h42
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Coleções e miniaturas, Política


HISTÓRICO
 08/07/2007 a 14/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005



OUTROS SITES
 Associação dos Cervejeiros Artesanais Cariocas - AcervaCarioca
 Associação de Incentivo à Cultura de Cervejas Artesanais e Especiais - AICCA
 Botto Bier
 Cerveja Fraga
 Bytes and Beer
 Cerveja Só
 Dana Bier
 Edu Passarelli Recomenda
 Hummmm, Cerveja!!!!!
 Obiercevando
 Olavo Pascucci (atenção: linguagem assaz obscena)