Latinhas do Bob
  

Hofbräu Schwarze Weisse, Weissbier, Dunkel,

Original e Oktoberfestbier (ALE, 500ml e 330ml)

Estava eu outro dia afundando em afazeres não-cervejísticos no trabalho (momentos raros, esses rs), quando a Patrícia, especialista em resolver os problemas do dia-a-dia (não gosto da palavra contínuo, apesar de rachar o bico quando ouço o Lima Duarte obrigar o Ary Fontoura a chamá-lo assim no filme "Os Sete Gatinhos", principalmente quando ele responde: "Se eu sou contínuo, o senhor é um fdp") chegou com uma sacola que aparentava estar bem pesada, fazendo barulho de vidro. "É para você". 

Dentro, havia as quatro novas cervejas da Hofbräu, que começaram a ser vendidas este mês. Já tinha provado a Original, uma münchner, e achado gostosa. Da atual leva, na famosa degustação coletiva do serviço, gostei mais da dunkel, com sabor de malte torrado e não tão adocicada como algumas variedades, e a weiss, que achei mais encorpada, por exemplo, que outras do gênero. Não gostei tanto da Oktoberfestbier, faltou algo mais marcante no sabor. Mas isso não quer dizer que seja ruim, está a milhas de distância de cervejas convencionais.

Enfim, as cervejas, além de boas, ainda deram saudades da Alemanha. Ô, nostalgia...

Cotação: de um a cinco, quatro para a Dunkel e para a Weiss, três e meio para a Schwarze weisse e três para a Oktoberfestbier. E uma quininha de loteria para viajar para a Europa e fartar-se com boas cervejas. Santa cotação do euro, Batman. 

 



Escrito por Bob às 18h57
[] [envie esta mensagem]


 
  

Mor Braz (FRA, 330ml)

Uma das melhores partes do trabalho é de repente, no meio de uma tarde modorrenta e parada, ser chamado para uma degustação de cerveja. Ah, que coisa ruim! No caso, foi uma nanodegustação: uma garrafinha de 330 ml para quatro pessoas. A cerveja aí de cima veio da região da Bretanha, na França, de um local chamado Theix. À primeira vista, o grande 'tchans' dessa cerveja é o fato de ser feita com água do mar. Calma, antes que alguém pense que vai beber sal puro ou aquela água que estava na praia quando resolveu dar aquela "aliviada" na bexiga, cabe lembrar que o produtor trata e dessaliniza parcialmente a matéria-prima antes do uso.

Mesmo assim, na hora de provar é inevitável não esperar um gosto salgado, o que realmente ocorre. Mas é algo suave, não algo do naipe de colocar um grão de sal grosso na língua. Curiosamente, quando eu tomei senti um gosto salgado depois de alguns instantes em boa parte da língua, menos na ponta, onde dava para perceber algo minimamente adocicado. É uma cerveja encorpada, mas onde não se percebe o gosto do álcool, não-filtrada, com espuma consistente, fermentada na garrafa. Enfim, boa pacas. Pena que é mais difícil de conseguir que a Pilsner Ürquell. Vou ver se os fabricantes não jogam umas no mar com o meu endereço para alguma alma caridosa entregá-las.

Cotação: de um a cinco, quatro rações extras de rum para os fabricantes. 



Escrito por Bob às 01h16
[] [envie esta mensagem]


 
  

Haus Bier (BRA, 355ml) e Frevo (BRA, 355ml)

Após passar alguns dias ensebando para conhecer o bar Anhanguera, da bolacha aí de cima, resolvi dar uma passada lá hoje. Tinha ouvido falar dele durante a semana, para variar por conta das cervejas. Ao contrário do Frangó e seus congêneres, os caras lá resolveram apostar em uma carta diversificada de cervejas nacionais, o que foi uma grande sacada. Faz parte do clima de "bandeirantes" que marca o lugar, uma espécie de "desbravamento" do País atrás de cervas diferentes. Praticante da atividade, gostei de cara.

Ou melhor, não gostei de cara. Telefonei lá na quinta, querendo saber que cervejas estavam no menu. Como são trinta e tantas, quis saber das de Santa Catarina, que já tinha conhecido. Meu interlocutor disse que, além da Eisenbahn, haviam tentado uma outra catarinense, que não dera certo por ser "muito doce". Quis saber qual era. "A Nó de Pinho, Mocinha, Jahú". Caracas! As cervejas do seu Loeffler (leia nos arquivos de maio, Cervejaria Canoinhense). Pô, tudo bem achar doces a Mocinha e a Malzbier que a Canoinhense faz, mas a Nó de Pinho e a Jahú? Fiquei meio puto, quem conhece o processo de produção deles tira o chapéu para o produto final. Lá eles não se propõem a fazer cerveja de grande mercado, só a produzem como sempre fizeram há quase 100 anos (quase 80 na mão da família Loeffler), e não foram atazanar ninguém fora de Canoinhas para comprar a cerveja. Um ponto negativo.

Mas enfim, voltando à cerveja fria, fui ao local, até curioso com as outras cervejas disponíveis. E desfiz um pouco a impressão negativa do "affair" Loeffler. A carta de cervas disponível é interessante mesmo para quem é aficcionado pelo assunto. Há disponíveis as variedades das "grandes micros", como Eisenbahn e Baden Baden, que juntas, têm mais da metade da lista. Também há cervejas que, com algum esforço, são localizáveis em São Paulo, como a mineira Backer e a gaúcha Polar. Mas há outras bem mais difícieis de achar.

É o caso da Haus Bier, de Vilhena (RO). O rótulo meio esquisitão assusta, mas a cerveja é bem interessante, mais encorpada que as pilsen industriais. Vale provar. Perto dela, a Frevo (PE), que também experimentei pela primeira vez e também não é fácil de encontrar por estas bandas, pareceu fraquinha. Acho que sempre dou sorte nas escolhas, porque não fui eu que pedi (rsrsrsrs). Para fechar, uma Weizenbock e uma Strong Golden Ale, da Eisenbahn, muito boas também. O cardápio segue a linha bandeirante, com nomes de exploradores. Cuidado com o camarão empanado se não gosta de pimenta...

No balanço geral, a idéia de ter uma vasta carta de cervejas brasileiras é boa, e desafia a lógica de "belga-alemã-irlandesa" de muitos bares. Boa sacada. Apesar da "deslizada" com a Canoinhense, mais culpa do público que dos caras (afinal, é a lógica de mercado que manda; se vende, é um sucesso, senão, vai para o ralo), vale a pena conhecer. Fica na Rua Tito, na Lapa, 25.

Cotação: quatro para a carta de cervejas, três e meio para a Haus Bier, dois e meio para a Frevo e dois cachês aqui na mão, que isso já tá ficando com cara de Shop Tour.



Escrito por Bob às 02h42
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Coleções e miniaturas, Política


HISTÓRICO
 08/07/2007 a 14/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005



OUTROS SITES
 Associação dos Cervejeiros Artesanais Cariocas - AcervaCarioca
 Associação de Incentivo à Cultura de Cervejas Artesanais e Especiais - AICCA
 Botto Bier
 Cerveja Fraga
 Bytes and Beer
 Cerveja Só
 Dana Bier
 Edu Passarelli Recomenda
 Hummmm, Cerveja!!!!!
 Obiercevando
 Olavo Pascucci (atenção: linguagem assaz obscena)